Programa Cultural honra diversidade e influências sobre as tradições suábias

04/10/2017

Há diversas portas de entrada para se conhecer e buscar interagir com determinada cultura. As mais comuns são o idioma e a culinária. É exatamente dessa forma que o Programa Cultural da Festa da Cevada 2017, a ser realizado no próximo dia 6 de outubro, pretende valorizar e reforçar as especificidades mais profundas das tradições e costumes dos Suábios do Danúbio.

O palco do Centro Cultural Mathias Leh receberá diversos números de dança, canto, música e teatro, dos grupos da Fundação Cultural Suábio-Brasileira, no intitulado “Caldeirão Cultural”. O nome é ao mesmo tempo uma metáfora e uma literalidade: a ideia é “mergulhar” o público na vasta culinária suábia, trazendo consigo a origem de dezenas de palavras e expressões adquiridas ao longo dos últimos três séculos por influência de outras etnias, como a alemã, austríaca, brasileira, croata, francesa, húngara, sérvia, suíça, romena e tcheca, entre outras.

Um bem-humorado teatro, escrito pelo jornalista Klaus Pettinger, atuará como fio-condutor de todo o programa, que terá aproximadamente duas horas de duração. Enquanto os personagens principais – um casal de amigos, chamado Toni e Vroni – se aventuram na fictícia “Biblioteca Mundial dos Suábios”, a fim de coletar informações para o casamento típico de um grande amigo, eles acabam descobrindo fatos históricos curiosos e pouco conhecidos da trajetória secular de seus antepassados.

À medida que Toni e Vroni avançam em suas descobertas, os grupos culturais apresentam atrações relacionadas aos respectivos assuntos e etnias abordados. “A cozinha e o dialeto suábios sofreram as mais diversas influências, do Império Otomano à Áustria, da Hungria, Romênia e Iugoslávia até os gaúchos, já aqui no Brasil”, destacou a gerente sociocultural Viviane Schüssler. “Nossa intenção é valorizar e honrar essa diversidade por meio de um divertido e criativo programa cultural”.

Blocos

O programa será dividido em três grandes blocos. O primeiro apresentará a influência sobre a culinária e língua suábias entre os séculos XVIII e XIX. O segundo destaca a troca cultural ocorrida na chamada antiga Pátria, no Sudeste europeu, e os anos de asilo na Áustria. Já o terceiro e último bloco retrata a importância da cultura brasileira na vida dos suábios de Entre Rios.

Caldeirão Cultural

A literalidade do “Caldeirão Cultural” ficará para o final do programa, quando o público terá oportunidade de adquirir e provar diversas comidas tipicamente suábias, entre pratos salgados e doces. Imperdível!


Outras notícias

Café Musical reúne apresentações de 40 alunos de violões da FCSB
Por ser um dos instrumentos mais práticos de se tocar, seja em um evento formal ou em um acampamento com amigos, o violão sempre atraiu grande...
Museu Histórico de Entre Rios fecha no feriado, mas abre no sábado, dia 8
Independentemente do dia, adquirir cultura sempre pode ser uma preferência de lazer de muitas pessoas. Por...
FCSB lança gibi sobre tradições suábias durante Primavera dos Museus 2018
Com a proximidade do fim do inverno, floresce não só uma nova estação, mas também o espírito de incentivo...

Parceiros | Kultur-Partner:

Lei de Icentivo a Cultura
Agrária
Fertipar
Safra
Arysta
Casa Di Conti
Banco ABC Brasil
Adama
Zeppelin
Stoller
BRDE
PWC
Ihara
Superpão
Flabel

Realização | Veranstalter:

Localização
Avenida Michael Moor, 1951 – Colônia Vitória, Entre Rios,
CEP 85139-400 Guarapuava – PR.
Telefone
++55 (42) 3625 8326 - Marlene Zimmermann Lehmann
++55 (42) 3625 8320 - Viviane Schüssler (Gerente)
E-mail: vivianes@agraria.com.br
Horário
Horário de funcionamento da Fundação Cultural Suábio-Brasileira:
Segunda à sexta-feira: 8h às 17:30h
(intervalo das 12h às 13h).
Horário
Horário de funcionamento do
Museu Histórico de Entre Rios: 
Segunda à sexta-feira: 8h às 17h
(intervalo das 12h às 13h) e
sábados, das 13h às 17h.
Telefone: ++55 (42) 3625 8328 /
e-mail: museu@agraria.com.br
© 2014 - Fundação Cultural Suábio-Brasileira - Produzido por BRSIS