Fundação Cultural Suábio-Brasileira

Grupo de teatro Thomas Schwarz apresenta peça “Klatsch und Tratsch”

25/07/2017


Todos adoram uma fofoca inocente. Afinal, quem resiste a um pequeno boato de vez em quando? Mas e quando uma história mal contada foge ao controle? E se de repente uma vizinhança inteira prefere acreditar na mentira, e continua aumentando a intriga?

Esse é o tema da nova peça carinhosamente preparada pelo grupo de teatro Thomas Schwarz, da Fundação Cultural Suábio-Brasileira, sob coordenação de Christina Zehr. Intitulada “Klatsch und Tratsch”, do autor Peter Landstorfer e com música de Andreas Löscher, a comédia fala das consequências desastrosas que as fofocas podem ter. Na história, a situação fica ainda pior, por causa de dois estranhos personagens que se divertem em manipular os pensamentos das pessoas, inflamando ainda mais o diz-que-diz.

A peça, em idioma alemão, será apresentada no dia 29 de julho, às 19h30, no Centro Cultural Mathias Leh.



Enredo

Os habitantes de um vilarejo vivem em harmonia e concórdia. Todos sabem de tudo, e não há segredos entre as pessoas. O carteiro relata as novidades do dia durante suas rondas. As fofoqueiras Kramerin, Graberin e Spiker Marie garantem que todas as informações sejam “fidedignamente” passadas adiante. No bar do senhor Schlachtner se toma aquela cervejinha, e o vigia noturno Achim se diverte alimentando pombos em frente à loja da senhora Kramerin, só para irritá-la com a sujeira dos pássaros. Mas todos os trotes e fofocas são inofensivos, porque ninguém deseja seriamente fazer mal ao outro.

Mas de repente tudo muda. Um dia, o agricultor Erbhofer recebe uma carta da cidade, mas, desinteressado, ele fecha o envelope e o esquece no bolso do paletó. Não demora para que as pessoas comecem a sussurrar sobre o possível conteúdo da carta misteriosa, e em pouco tempo todos já estão discutindo e especulando abertamente. Os rumores crescem, e simples suspeitas se transformam em acusações graves. A partir desse ponto, os moradores passam a ser manipulados por duas figuras bizarras, representadas pelos personagens Klatsch e Tratsch (algo como Fuxico e Fofoca em alemão), que se divertem em fazer os moradores terem os pensamentos mais absurdos.

A situação chega a tal ponto, que os habitantes decidem que Erbhofer não pode mais ser aceito na comunidade. Até mesmo a esposa do agricultor, que até então sempre o defendeu, passa a ter desconfianças. E assim, mesmo que ninguém de fato saiba do que trata a carta, Erbhofer é obrigado a tomar uma decisão.

O que Erbhofer fará para consertar a situação? O que afinal diz a tal carta? Venha assistir à peça para descobrir como se desenrola essa história.


Outras notícias

Exposição retrata nova série fotográfica com 15 pioneiros
O tempo passa, as exposições se sucedem, mas a história permanece a ser contada no Museu Histórico de Entre Rios. Neste sábado, dia 2 de setembro,...
Museu Histórico: Último final de semana de série fotográfica de pioneiros
Esse final de semana é o último para que admiradores da cultura suábia, da arte fotográfica e, especialmente, familiares possam visitar a atual...
Show de Calouros da FCSB terá duas horas de apresentações
A Fundação Cultural Suábio-Brasileira realiza neste sábado, 26, o seu Show de Calouros, aberto a toda a comunidade. As 14 atrações inscritas englobam...

Parceiros | Kultur-Partner:

Lei de Icentivo a Cultura
Agrária
Fertipar
Safra
Arysta
Syngenta
Banco ABC Brasil
Casa Di Conti
KeplerWeber
BRDE
Flabel
UPL
Adama
Zeppelin
Stoller
Ihara
Superpão
Rocha

Realização | Veranstalter:

Localização
Avenida Michael Moor, 1951 – Colônia Vitória, Entre Rios,
CEP 85139-400 Guarapuava – PR.
Telefone
++55 (42) 3625 8326 - Marlene Zimmermann Lehmann
++55 (42) 3625 8320 - Viviane Schüssler (Gerente)
E-mail: vivianes@agraria.com.br
Horário
Horário de funcionamento da Fundação Cultural Suábio-Brasileira:
Segunda à sexta-feira: 8h às 17:30h
(intervalo das 12h às 13h).
Horário
Horário de funcionamento do
Museu Histórico de Entre Rios: 
Segunda à sexta-feira: 8h às 17h
(intervalo das 12h às 13h) e
sábados, das 13h às 17h.
Telefone: ++55 (42) 3625 8328 /
e-mail: museu@agraria.com.br
© 2014 - Fundação Cultural Suábio-Brasileira - Produzido por BRSIS