»Kathreintag«: o Dia da Dança Folclórica

»Kathreintag«: o Dia da Dança Folclórica

No dia 25 de novembro, os cristãos homenageiam a mártir Catarina de Alexandria.

A temporada de pastoreio terminava na Festa de »Kathrein« (variante do nome Catarina) e a tosquia das ovelhas começava nas fazendas. Era um dos dias em que empregadas domésticas e criadas recebiam seus salários e podiam mudar de fazenda. Com a Noite da Dança de »Kathrein«, o dia 25 de novembro se tornava um dos ápices do ano agrícola.

A »Dança de Catarina« (Kathreinstanz) é uma das últimas festas antes do Advento. O Advento serve como um tempo de penitência e de preparação para o Natal. Durante estes períodos, os eventos públicos de dança eram proibidos. Um ditado popular dizia: »Kathrein interrompe a dança«. Do »Kathreintag« até a Epifania inclusive, o baixo e os violinos permaneceram trancados. Este costume continua preservado nos países alpinos de língua alemã e na região da Francônia.

A roda, que simboliza o martírio de Catarina, é símbolo de comunidade e também de dança, razão pela qual ela foi nomeada padroeira dos grupos e das danças folclóricas.

Catarina era um nome muito popular. As meninas e mulheres jovens eram chamadas de »Kathl«, já as mais velhas de »Kadi«.

Fotos: Grupo de Danças Folclóricas Adulto e Grupo de Dança Juvenil da Fundação Cultural Suábio-Brasileira

Lei de Incentivo à Cultura

PARCEIROS:

REALIZAÇÃO:

bandeira nacional brasileira